11 out

Caderno reúne análises da Sala de Democracia Digital no 1º turno

As análises produzidas pela FGV DAPP e focadas nos candidatos à Presidência, assim como nos temas e acontecimentos que mais impactam o processo eleitoral, mostraram um cenário bastante polarizado; Verificou-se crescimento das interações de robôs à medida que se aproximava o primeiro turno

Atualizado em 11 de outubro, 2018 às 4:50 pm

O policy paper “Redes sociais nas eleições 2018 – Vol.1” reúne as análises produzidas pela FGV DAPP no âmbito da Sala de Democracia Digital nos meses que antecedem o primeiro turno das eleições 2018. Focados nos candidatos à Presidência, assim como nos temas e acontecimentos que mais impactam o processo eleitoral, os estudos mostraram um cenário bastante polarizado. Verificou-se ainda o crescimento das interações de robôs participando do debate sobre os presidenciáveis à medida que se aproximava o primeiro turno. O documento ilustra estes pontos com quatro análises das candidaturas, respectivamente, no Twitter, no Facebook, no YouTube e no Instagram.

>> Confira a íntegra do estudo “Redes sociais nas eleições 2018 – Vol.1”

A Sala de Democracia Digital objetiva monitorar o debate público na web e identificar ações de desinformação, ameaças e intervenções ilegítimas no processo político. A iniciativa pública análises diárias e semanais, policy papers e relatórios com lições aprendidas e recomendações de ações a serem implementadas no Brasil e em outros países.

No Brasil, a era da sociedade em rede encontrou nas manifestações de 2013 a maior expressão da transição da esfera pública para esfera pública interconectada. As manifestações de junho de 2013 mostraram pela primeira vez que a internet se tornou um continuum da esfera pública tradicional. Destaca-se a importância de se analisar as redes sociais como influenciadoras do debate político para o entendimento do estágio em que as democracias se encontram. A FGV DAPP tem tido papel crucial no entendimento da relação entre a formação da opinião política do cidadão e as redes sociais nas eleições de 2018 no Brasil.