06 ago

Sabatina de Bolsonaro mobiliza 251 mil menções em debate polarizado

Debate econômico é tema principal das menções que se dividem entre teor irônico, críticas e elogios ao pré-candidato

Atualizado em 6 de agosto, 2018 às 10:08 am

A participação de Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência pelo PSL, na GloboNews na noite de sexta-feira (02), mobilizou 251.224 menções no Twitter entre as 22h de sexta e a 01h deste sábado (03).

Debate econômico foi o principal tema, trazendo discussões de teor irônico e opiniões polarizadas. Entre as menções que criticaram o pré-candidato, a maior parte questionou seu entendimento sobre o assunto e a suposta falta de apresentação de propostas consolidadas sobre a pauta. Entre os que o elogiaram, houve destaque a publicações desaprovando a atuação de ex-presidentes que enfrentaram dificuldades na gestão da agenda econômica.

A segunda temática foi pautada por questões de gênero, fomentada especialmente pela defesa da lei do feminicídio e ponderações sobre a diferença salarial entre mulheres e homens. Ainda assim, observam-se postagens em defesa de valores conservadores, como a criminalização do aborto e da chamada “ideologia de gênero”.

A relação com a esquerda foi majoritariamente motivada pelos apoiadores do pré-candidato, que criticaram governos petistas e defenderam regimes de extrema-direita com o argumento de defesa contra a “ditadura do comunismo”.

Em segurança pública observam-se menções em defesa da flexibilização do Estatuto do Desarmamento, com o argumento de que a liberação do porte de armas seria o princípio da  autoproteção. Houve também menções críticas aos direitos humanos aplicados a criminosos — e que, de acordo com alguns usuários, “vitimiza bandidos”.

O debate sobre alianças partidárias traz referências à composição da chapa do pré-candidato, especialmente na escolha da vice candidatura, além da formação de coligações. Vale mencionar também questionamentos sobre a história política de Bolsonaro, como as mudanças de partidos.

Temas mais mencionados

Muitos comentários, ao elogiar Jair Bolsonaro, defenderam em especial seus valores conservadores, como princípios religiosos e família. Entre as críticas, destacam-se comentários sobre o posicionamento do pré-candidato, considerado de “extrema-direita” e preconceituoso.